sexta-feira, 11 de novembro de 2011

XIX TERTÚLIA COMEÇA HOJE NO LARGO DA ESTAÇÃO


Muitas atrações foram programadas para subir ao palco da Tertúlia (Foto: Arquivo/A Razão)


A XIX Tertúlia Musical Nativista, que ocorre de 11 a 13 de novembro, tem como homenageado especial, este ano, o compositor Osvaldo Medeiros, autor da música “No Coração do Rio Grande”. O homenageado, natural de Tubarão (SC), reside, atualmente, em Curitiba. Apresentada na segunda Tertúlia, em 1981, “No Coração do Rio Grande” tornou-se um hino não oficial de Santa Maria. Na década de 1980, o Grupo Terra Santa, formado basicamente pela família Medeiros, teve trajetória destacada no cenário dos festivais nativistas. “Decorridos 30 anos desde que a música foi apresentada pela primeira vez, no palco da Estância do Minuano, ‘No Coração do Rio Grande’ tornou-se um clássico do cancioneiro gaúcho. É uma declaração de amor por Santa Maria, que emociona a todos em qualquer lugar que seja executada, projetando o nome do município e os valores da amizade, da fraternidade e do culto às tradições. Em nossa cidade, a música foi incorporada ao repertório de bandas militares e escolares, tornando-se trilha sonora quase que obrigatória em solenidades oficiais e festividades populares”, salienta a secretária de município da Cultura, Iara Druzian. A homenagem a Osvaldo Medeiros acontece na segunda noite da Tertúlia, no sábado.

Este ano, a Tertúlia institui o Troféu Vento Norte, destinado à melhor composição sobre Santa Maria. A XIX Tertúlia Musical Nativista inicia na sexta-feira, no pavilhão lonado montado no Largo da Gare da Viação Férrea. Após a solenidade de abertura do festival, acontece o show de Renato Borghetti e banda. Logo em seguida, apresentam-se as 10 músicas concorrentes da noite. O show de encerramento da primeira noite da XIX Tertúlia fica a cargo de Daniel Torres.

Matéria copilada do Jornal A Razão, edição do dia 8/11/2011 via Internet.